Brazil in Cannes: A Retrospective - O Brasil em Cannes: Uma Retrospectiva

by Ana Maria Bahiana May 17, 2016

O Brasil está bem representado no  Festival Internacional de Cannes, com quatro títulos na seleção oficial: Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, na competição; o documentário Cinema Novo, de Eryk Rocha, na seleção Cannes Classics; e os curtas A Moça Que Dançou com o Diabo, de João Paulo Miranda Maria, na competição principal, e O Delírio é a Redenção dos Aflitos, na Semana da Crítica. É um belo time, especialmente depois de uma longa ausência de filmes brasileiros falados em português na Croisette. A relação entre o festival e a produção e os talentos do Brasil é, no entanto, longa e produtiva - começa em 1953 com O Cangaceiro, de Lima Barreto, selecionado para a competição. E não para mais. Acompanhe alguns desses momentos-Cannes na nossa galeria.

 

Todas as fotos: Getty Images